Lição 026.17 – Família que clama e crê.

Semana de 17 a 22.07.2017

“1. Em ti, Senhor, me refugio; nunca seja eu envergonhado; livra-me pela tua justiça! 2. Inclina para mim os teus ouvidos, livra-me depressa! Sê para mim uma rocha de refúgio, uma casa de defesa que me salve! 3. Porque tu és a minha rocha e a minha fortaleza; pelo que, por amor do teu nome, guia-me e encaminha-me. 4. Tira-me do laço que me armaram, pois tu és o meu refúgio” (Salmo 31: 1 a 4).

Este Salmo foi escrito pela expressão do Rei Davi e seu clamor.

Clamar é uma necessidade em tempos de luta e, muitos de nós, já expressamos que as lutas não acabam e quando termina uma coisa começa outra.

Nosso Mestre declarou que neste mundo teríamos aflições e temos vivenciado muitas delas. A cada dia, quanto mais nos envolvemos em novos desafios, encontramos a necessidade do clamor.

Esteja você em luta, ou não, o clamor é uma arma que restaura nossa alma. Sempre que falamos com o Senhor e mostramos nossos corações, somos curados, somos ouvidos e um cuidado é liberado sobre nossa vida.

Há diversos momentos em nossas vidas em que não temos mais forcas para lutar, ou caminhos claros para seguir, e o clamor é a ação mais especial para estes momentos.

Nestes versículos você vê Davi clamando:

  • nunca seja eu envergonhado
  • livra-me pela Tua justiça
  • livra-me depressa
  • Sê para mim uma rocha de refúgio
  • guia-me e encaminha-me
  • Tira-me do laço que me armaram

Fica claro que lutas e necessidades estavam apertando o coração de Davi e ele as lançou diante do Senhor.

Quero convidar você e clamar nesta célula, iniciando como Davi: “Em ti, Senhor, me refugio”.

Ele, o Senhor, é Seu refugio e Nele você pode lançar seu clamor. E baseado nisto, junte-se nesta célula e clame.

Deus lhe abençoe.
Mizinho (seu pastor)

1. Lembre-se que sua célula é de evangelismo e multiplicação e que os estudos não podem exceder o tempo limite.
2. Não esqueça também de sempre orar pelos seus líderes e pastores junto com seus discípulos. Eles precisam aprender a honrar seus líderes vendo seu exemplo. 
3. Conheça a Palavra de Deus e Suas orientações sobre os dízimos e ofertas. Há diversas ministrações nesse link para você ser ministrado.

AVISOS:
Todas as segundas-feiras – 19:00h – MAIOR - Intercessão.
18 a 21/07 – 13h30 EBF Escola Bíblica de Férias
21/07 - 20h - Rede de Casais – Rua Arinaia, 312 – Salão de Projeções
23 a 30/07 - Jejum - Minha família no altar (todas as noites na igreja)
29/07 - 19h30 - FRUTO FIEL – Louvor IEJandira
30/07 - 10h e 18h - Teatro Minha família no Altar
06/08 - 9h – 11a. Caminhada pela PAZ na MOOCA.

06/08 – Culto único as 18h.

Lição 025.17 – Família sem inveja.

Semana de 10 a 15.07.2017

O Senhor foi bondoso com Ana; ela engravidou e deu à luz três filhos e duas filhas. Enquanto isso, o menino Samuel crescia na presença do Senhor (1Samuel 2:21).

Desde o início, em Gênesis, na história de Caim, vemos a inveja querendo marcar vidas e famílias.

É tão comum este tema andar pelas famílias, exposto ou camuflado. Mas Deus trabalha e hoje creio que irá lhe abençoar.

Porque, onde há inveja e espírito faccioso, aí há perturbação e toda obra perversa” (Tiago 3:16).

Famílias podem viver tempos horrorosos pela presença da inveja nos corações.

Ana sofreu muito tempo vendo que Penina tinha filhos e ela mesma não podia ter. Isso machucava seu coração.

Entendo que podemos analisar duas atitudes que você demonstra na inveja:

  • FRAGILIDADE AO INIMIGO – Ana se revelava frágil para Penina, pela dor que tinha de não ter filhos. Penina, vendo esta fragilidade atuava para que Ana sofresse mais ainda. A inveja revela fragilidades e não há problema em tê-las, mas debaixo de uma situação assim você pode direcionar a fragilidade para a pessoa errada.
            
"Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e meu fardo é leve" (Mateus 11.28 a 30).

“Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará (Salmos 37:5).

Veja que a fragilidade tem endereço para ser exposta e não é para inimigos da alma  mas para o Senhor Deus que ama você. Experimente!

  • REVELA FALTA DE FÉ EM DEUS – Se nossa alma e sentimentos entram em inveja é porque não cremos que podemos receber de Deus. Saiba que Deus lhe ama e quer lhe abençoar. Ele é o Pai modelo, o mais sábio, o Dono de tudo e do melhor. Coloque sua esperança Nele. Se havia perdido essa esperança, renove-a Nele. Creia!

Há novas atitudes hoje sobre circunstâncias, que ainda você não teve resposta. Desligue-se da inveja e deixe-O lhe transformar.

“Não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:2).


Deus lhe abençoe.
Mizinho (seu pastor)

1. Lembre-se que sua célula é de evangelismo e multiplicação e que os estudos não podem exceder o tempo limite.
2. Não esqueça também de sempre orar pelos seus líderes e pastores junto com seus discípulos. Eles precisam aprender a honrar seus líderes vendo seu exemplo. 
3. Conheça a Palavra de Deus e Suas orientações sobre os dízimos e ofertas. Há diversas ministrações nesse link para você ser ministrado.

AVISOS:
Todas as segundas-feiras – 19:00h – MAIOR - Intercessão.
12/07 - 20h - Noite do Empreendedor c/ Dr. Flávio Quinalha
18 a 21/07 – 13h30 EBF Escola Bíblica de Férias
21/07 - 20h - Rede de Casais – Rua Arinaia, 312 – Salão de Projeções
23 a 30/07 - Jejum - Minha família no altar (todas as noites na igreja)
29/07 - 19h30 - FRUTO FIEL – Louvor IEJandira
30/07 - 10h e 18h - Teatro Minha família no Altar
06/08 - 9h – 11a. Caminhada pela PAZ na MOOCA.

06/08 – Culto único as 18h.